Por que o EGO pode destruir a sua carreira empreendedora? - Blog Conectabem

Já faz algum tempo que a gente vem pensando sobre as questões relativas ao empreendimento e as formas de empreender. Estamos fazendo uma relação entre isto e um caos que tem se visto nesta era de internet faço.

Esse caos muitas vezes tem sido causado por pessoas que estão mal orientadas ou até mesmo despreparadas.

Além disso podemos citar aquelas que possuem um ego maior que este mundo, e que por assim é capaz de fracassar totalmente o seu negócio.

O ego e a carreira empreendedora

Acredite que independente do tamanho do seu ego e da forma como ele se manifesta, se pequeno, médio ou grande, se de forma desmedida ou controlada, ainda assim ele pode trazer sérios problemas para o seu negócio.

Mas o ego assim não existe apenas em você, mas sim, em todas as pessoas que vivem neste imenso mundo.

A questão é que este ego dessa forma no mundo dos negócios pode se tornar um enorme vilão, uma vez que ele vem escurecer a visão do empreendedor.

Sem dúvida o ego desvia você de um futuro promissor, e até mesmo tira esse negócio do caminho que inicialmente começou. E vai além fechando totalmente a sua mente, não se abrindo para as opiniões e as novidades.

Existe no mundo dos negócios um estudo em que apresenta pelo menos três tipos de empreendedores, que são:

Os empreendedores bem sucedidos;

Os empreendedores mal sucedidos;

E o novo empreendedor.

A questão é que cada um deles tem um ego e sofre à sua maneira. Porém é um fato que os empreendedores malsucedidos e os novos empreendedores são aqueles que mais sofrem com ele.

Os mal sucedidos sofrem porque sempre acham que da próxima vez a coisa vai dar certo, porque sempre imaginam que foi ele quem inventou a ideia.

Quando trazemos esses conceitos para o mundo online e digital, algumas questões se tornam mais sérias e por vezes desastrosas.

Aquela promessa de que o sucesso vem de forma fácil, e esse baseado em negócios que já estão consolidadas no mundo digital, é uma isca muito fácil para os dois tipos de empreendedores que citamos anteriormente.

A receita certa do fracasso é justamente essa ideia de obter um sucesso fácil junto com o ego de alguém despreparado.

São fatos comuns de observarmos empreendedores que tinham uma fama offline e de repente se mandaram para os negócios digitais, imaginando que aquela fama também traria um sucesso no mundo online. Isso certamente era o seu ego em ação.

É um fato que para se posicionar bem de forma online, é necessário ter autoridade, e esta só é adquirida com o tempo.

Uma pessoa que criou ontem ou hoje um blog de negócio, muito provavelmente é uma pessoa desconhecida no mundo digital. Com exceção daqueles que sejam de fato muito famosos.

Outro exemplo que podemos dar é em relação aos empreendedores que dão atenção maior aos números, àquelas contação de pageviews.

Alguém que escreve sobre essa questão no mundo digital, deu para isso o título de métrica da vaidade, o que de fato cai muito bem!

Mas cabe aqui nós advertimos vocês sobre alguns episódios em que o seu ego pode falar mais alto e assim destruir a sua carreira empreendedora.


3 dicas para você evitar que seu ego destrua sua carreira empreendedora

Atualmente existe muito mais de três dicas para passar no intuito de evitar que seu ego destrua sua carreira empreendedora.

Isso porque no mundo há muitos tipos de pessoas e cada qual pensando a sua forma, baseada no seu mundo chamado ego.

Mas aqui listaremos 3 dicas que são as mais comuns observadas entre os empreendedores. Fique atento e procure entendê-las.

1. Atenção para as pessoas que gostam de dar pitacos para o seu negócio

Os chamados pitaqueiros são muito comuns nos negócios, aquelas pessoas que já se tornaram suas amigas de muito tempo. Sobre estas pessoas é necessário toda a atenção.

É verdade que uma mente que já obteve sucesso deve estar aberta a sugestões e opiniões de todos ao seu redor.

Mas também deve ter a habilidade de analisar tudo e filtrar o que é bom e o que é ruim. Então dessa forma cuidado com os amigos que vêm com sugestões mirabolantes de forma que influa no seu ego.

2. O melhor tem que ser para sua marca

O melhor deve ser empregado para sua marca e não para você. É sempre útil fazer uma pesquisa de mercado, um plano de negócio e um planejamento de comunicação. Isso deve ser feito de forma permanente.

3. A marca não lhe pertence

Esta dica tem ligação com a anterior. Você cria uma marca e ela já não é mais sua, e sim do seu público-alvo. É importante ter isso em mente para que o seu ego não venha estragar o seu negócio bem como a sua carreira empreendedora.